Amizade

•Dezembro 8, 2010 • Deixe um Comentário
O irmão Watchman Nee escreveu um texto sobre a amizade, que creio ser de muita utilidade para nós, jovens que têm a vida de Deus. O compartilhar a seguir expõe esse texto e traz algumas aplicações e considerações: 
           O livro é “Do all to the glory of God” (Fazei tudo para a glória de Deus) e o título do capítulo é “Amizade”. O autor é Watchman Nee. Ele começa falando que a Bíblia, principalmente no Novo Testamento, não dá grande ênfase à questão da amizade entre cristãos. Tanto é assim, que as palavras “amizade” e “amigos” são encontradas pouquíssimas vezes no Novo Testamento. Agora, o relacionamento mais enfatizado é o de irmãos e irmãs. Isso porque, quando estávamos no mundo, não tínhamos irmãos e irmãs. Por isso, a amizade assumia um papel muito mais importante.

          Mas afinal o que é amizade? Vejamos primeiro a correspondência entre amizade e amor.

          O amor, de maneira genérica, é necessário em todos os relacionamentos humanos. Por exemplo, para haver relacionamento entre pai e filho é necessária uma quantia de amor; entre um irmão e outro também; o mesmo acontece (embora de maneira diferente) entre professor e aluno, entre chefe e subordinado, enfim, qualquer relacionamento requer uma quantia mínima do que podemos chamar de “amor”.

           Mas para esse relacionamento existir não significa que a amizade também exista nele. Pai e filho podem se relacionar bem sem serem necessariamente amigos. O mesmo acontece entre um irmão e outro, entre professor e aluno, e até mesmo entre marido e esposa (isso é verdade, porque não é tão difícil assim imaginar um casal em que os cônjuges não sejam amigos um do outro, mesmo que eu rejeite pessoalmente essa idéia…).

           Quando é que existe, então a amizade? A amizade existe quando a quantia de amor em um relacionamento cresce além do limite necessário para a existência desse relacionamento. No caso do pai e do filho que se tornam amigos, o amor entre eles cresceu de tal forma, que mesmo que não fossem pai e filho, eles teriam uma relação de amizade. Como efeito disso, não há mais a barreira da hierarquia entre eles, mas agora os dois se consideram como iguais, porque se tornaram amigos. A mesma coisa se pode dizer do professor e do aluno que se tornam amigos, e por aí vai…

           Foi isso o que aconteceu com Abraão e Deus. Abraão era um homem e Deus era Deus. Eles tinham um relacionamento normal entre Deus e adorador. Mas um dia Deus chamou Abraão, e a comunhão entre eles foi aumentando, e também se estreitando. Com o passar dos anos, Abraão tinha plena liberdade em conversar com Deus, e Deus tinha na terra um confidente de Seus pensamentos e sentimentos. A ponto de Deus dizer: “Ocultarei a Abraão o que estou para fazer?” Nesse ponto, podemos dizer que Abraão se tornou de fato um amigo de Deus. No relacionamento deles, havia tanto amor que não se dava mais ênfase à hierarquia. Deus não considerava Abraão como um mero adorador, mas como um amigo, alguém tão próximo! Lá (na Bíblia) também é dito que Deus conversava com Abraão como qualquer pessoa conversa com seu amigo. Isso foi o que entendi do texto do irmão Watchman Nee.

           Esse é (pelo que eu entendo) o verdadeiro significado da amizade. É o excedente do amor, é o que ultrapassou a borda, o que extravasou dele.
Com relação a ser amigo de Deus, creio que Ele deseja ter esse relacionamento de amizade com cada um de nós, não só com alguns. Como deve ser excelente ser chamado de “amigo de Deus”! Realmente isso não é uma coisa qualquer. Por isso é que requer anos e anos de comunhão com Ele, de realmente viver cada dia face a face com o Senhor no Santo dos Santos. Somente depois de muitas lições, de passar por várias situações com o Senhor e ganhar a confiança Dele, é que Ele terá plena liberdade de nos abrir pessoalmente o Seu coração.

           Sei que não é fácil, ainda mais porque tantas coisas nos interrompem e nos tiram da presença do Senhor o tempo todo. Mas não vamos desistir, vamos perseverar, “teimar” em estar no Senhor, se é isso que queremos mesmo. O Senhor sempre nos encoraja a prosseguir nisso, nunca a retroceder.
Isso é muito diferente da idéia geral que temos de amizade, mas acho que a idéia colocada pelo irmão Watchman Nee se aproxima bastante do que Deus pensa a respeito do assunto.

Fonte: http://www.apostolicoprofetico.com.br/noticia.asp?id=142

 
 

Leitura Bíblica de Hoje #1 Eclesiastes 3

•Dezembro 7, 2010 • Deixe um Comentário

(Eclesiastes 3:1-22)

1 Tudo neste mundo tem o seu tempo; cada coisa tem a sua ocasião.

2 Há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar;

3 tempo de matar e tempo de curar; tempo de derrubar e tempo de construir.

4 Há tempo de ficar triste e tempo de se alegrar; tempo de chorar e tempo de dançar;

5 tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las; tempo de abraçar e tempo de afastar.

6 Há tempo de procurar e tempo de perder; tempo de economizar e tempo de desperdiçar;

7 tempo de rasgar e tempo de remendar; tempo de ficar calado e tempo de falar.

8 Há tempo de amar e tempo de odiar; tempo de guerra e tempo de paz.

9 O que é que a pessoa ganha com todo o seu trabalho?

10 Eu tenho visto todo o trabalho que Deus dá às pessoas para que fiquem ocupadas.

11 Deus marcou o tempo certo para cada coisa. Ele nos deu o desejo de entender as coisas que já aconteceram e as que ainda vão acontecer, porém não nos deixa compreender completamente o que ele faz.

12 Então entendi que nesta vida tudo o que a pessoa pode fazer é procurar ser feliz e viver o melhor que puder.

13 Todos nós devemos comer e beber e aproveitar bem aquilo que ganhamos com o nosso trabalho. Isso é um presente de Deus.

14 Eu sei que tudo o que Deus faz dura para sempre; não podemos acrescentar nada, nem tirar nada. E uma coisa que Deus faz é levar as pessoas a temê-lo.

15 Tudo o que acontece ou que pode acontecer já aconteceu antes. Deus faz com que uma coisa que acontece torne a acontecer.

16 Neste mundo eu também reparei o seguinte: no lugar onde deviam estar a justiça e o direito, o que a gente encontra é a maldade.

17 Então pensei assim: Deus julgará tanto os bons como os maus porque tudo o que se passa neste mundo, tudo o que a gente faz, acontece na hora que tem de acontecer.

18 Aí cheguei à conclusão de que Deus está pondo as pessoas à prova para que elas vejam que não são melhores do que os animais.

19 No fim das contas, o mesmo que acontece com as pessoas acontece com os animais. Tanto as pessoas como os animais morrem. O ser humano não leva nenhuma vantagem sobre o animal, pois os dois têm de respirar para viver. Como se vê, tudo é ilusão,

20 pois tanto um como o outro irão para o mesmo lugar, isto é, o pó da terra. Tanto um como o outro vieram de lá e voltarão para lá.

21 Como é que alguém pode ter a certeza de que o sopro de vida do ser humano vai para cima e que o sopro de vida do animal desce para a terra?

22 Assim, eu compreendi que não há nada melhor do que a gente ter prazer no trabalho. Esta é a nossa recompensa. Pois como é que podemos saber o que vai acontecer depois da nossa morte?

(Nova Tradução na Linguagem de Hoje)

Deus lhe abençoe!

Um Vaso Novo (Acústico)

•Dezembro 6, 2010 • Deixe um Comentário

Olá gente abençoada que acompanha o blog! Trago hoje um vídeo de uma linda canção acústica! Que o Espírito Santo venha falar aos seus ouvidos através deste louvor!

Reflita.

•Dezembro 4, 2010 • Deixe um Comentário

Oi pessoal, Graça e Paz; meu nome é Ariane Sousa, to muito feliz de poder estar aqui compartilhando alguns pensamentos com vocês, espero trazer palavras de benção pra vocês, a minha oração é pra que o Senhor venha a falar com vocês através da minha vida e que toda honra e toda glória sejam dadas a Ele!

Quero convidar você a refletir um pouco em alguns versículos que está no livro de Marcos.

Quantos de nós já perdemos amigos (que diziam ser amigos) por que começamos a seguir e a praticar o evangelho? Principalmente os jovens tem uma visão muito errada sobre nós “Evangélicos”, de que “Crente é careta”, “Crente não pode fazer nada”, “Crente não se diverte”, e outras tantas criticas fazem sobre nós. E por isso alguns acabam desistindo por que quer “ser legal” (aos olhos no mundo), mas não deveria-mos ficar surpresos quando um amigo olhace para nós e dissece que agora somos caretas de mais para andar com eles, ou se eles simplesmente parece de falar conosco, por que o próprio Jesus nos alertou: “Sereis odiados de todas as gentes por causa do meu nome” (Mateus 24-9)

Portanto, Fiquem Firmes, o Senhor é contigo, mostre ao seus amigos que “Crente NÃO é careta”, que “Crente é totalmente livre para fazer o que quer”, e que “Crente são as pessoas quem mais se divertem”, por que temos uma alegria que vem de Cristo!

Outro fato que chama muita atenção é a falta de paciência das pessoas, e até mesmo daqueles que estão dentro da igreja, por exemplo, se uma pessoa chegar em você e começar a te falar um monte de bobagem e até mesmo te humilhar por qualquer motivo que seja, o que você faz, briga ou ora por ele? Sei que muitos dirão que iria orar por ele, mas na prática muitos acabam perdendo a paciência e “partem pra cima” e trocam ofensas, bom o que o inimigo quer é mostrar que você é intolerante, impaciente, como todo o resto do mundo, e que você não tem nada de diferente das outras pessoas. Então eu convido você a meditar bastante nas palavras que Jesus disse lá em Marcos 5:39 “Se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra“. Quanto pessoas vierem com palavras que fazer machucar, apenas escute, pois o nosso Senhor é médico dos médicos e Senhor dos senhores, e Ele vai apagar e curar cada ferida sua!

Então apenas ore, por seus inimigos, por que o mandamento do Senhor não para odiar que nos odeia, mas amar quem nos odeia. Ore e ame os seus inimigos por que é mandamento do seu Senhor!

“Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos. Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.” – Mateus 5:44-48

É isso, eu espero que tenham gostado, que Deus abençoe a vida de vocês e que vocês venham a pensar duas vezes antes de perder a paciência com um irmão, ou maldizer a quem é contra você. Honre o teu Deus, seja paciente, e abençoe aqueles que te amladiçoam pois certamente serão recompensados.

No amor do PAI;

Ariane Sousa.

Gratidão

•Dezembro 3, 2010 • Deixe um Comentário

O homem por detrás do balcão olhava a rua de forma distraída. Uma garotinha se aproximou da loja e amassou o narizinho contra o vidro da vitrine.

Os olhos da cor do céu, brilhavam quando viu um determinado objeto.
Entrou na loja e pediu para ver o colar de turquesa azul.

– É para minha irmã. Pode fazer um pacote bem bonito?, diz ela.

O dono da loja olhou desconfiado para a garotinha e lhe perguntou:
– Quanto de dinheiro você tem?

Sem hesitar, ela tirou do bolso da saia um lenço todo amarradinho e foi desfazendo os nós. Colocou-o sobre o balcão e feliz, disse:
– Isso dá?

Eram apenas algumas moedas que ela exibia orgulhosa.
– Sabe, quero dar este presente para minha irma mais velha. Desde que morreu nossa mãe ela cuida da gente e não tem tempo para ela. É aniversário dela e tenho certeza que ficará feliz com o colar que é da cor de seus olhos.

O homem foi para o interior da loja, colocou o colar em um estojo, embrulhou com um vistoso papel vermelho e fez um laço caprichado com uma fita verde.

– Tome!, disse para a garota. Leve com cuidado.

Ela saiu feliz saltitando pela rua abaixo. Ainda não acabara o dia quando uma linda jovem de cabelos loiros e maravilhosos olhos azuis adentrou a loja. Colocou sobre o balcão o já conhecido embrulho desfeito e indagou:

– Este colar foi comprado aqui?
– Sim senhora.
– E quanto custou?
– Ah!, falou o dono da loja. O preço de qualquer produto da minha loja é sempre um assunto confidencial entre o vendedor e o cliente.
A moça continuou:
– Mas minha irmã tinha somente algumas moedas! O colar é verdadeiro, não é?
Ela não teria dinheiro para pagá-lo!
O homem tomou o estojo, refez o embrulho com extremo carinho, colocou a fita e o devolveu à jovem.
– Ela pagou o preço mais alto que qualquer pessoa pode pagar. ELA DEU TUDO O QUE TINHA.
O silêncio encheu a pequena loja e duas lágrimas rolaram pela face
emocionada da jovem enquanto suas mãos tomavam o pequeno embrulho.

“Verdadeira doação é dar-se por inteiro, sem restrições.
Gratidão de quem ama não coloca limites para os gestos de ternura.
Seja sempre grato, mas não espere pelo reconhecimento de ninguém.
Gratidão com amor não apenas aquece quem recebe, como reconforta quem oferece.”

Postado por: Michele Moraes- Colaboradora do blog.
Extraído: http://www.jesusvoltara.com.br

“Em todo o tempo pregue o Evangelho, se necessário use palavras” (Francisco de Assis)

•Dezembro 3, 2010 • Deixe um Comentário

Vivemos num tempo tão difícil. Pessoas vão e vêm, corações tão endurecidos perambulam por aí! Parece que já a algum tempo o amor tem se esfriado do coração das pessoas… Um “mundo” tão vil e fútil tem nos cercado. E a Igreja? Sim, aquela que nasceu no coração de Deus, bem no princípio. Para onde foi? Sim, temos nos envolvido com o sistema e o mundo SIM, tem entrado por muitas portas, onde se deveria pregar o Evangelho genuíno… Mas não, INFELIZMENTE NÃO! Não tem sido assim! Temos nos preocupado em encher as nossas reuniões, pessoas sedentas e famintas por Deus passam por lá. E só passam, porque não ficam? Porque ainda existam tantas pessoas vagando por aí em suas prostituições, vícios e pecados? Andamos preocupados efetivamente em “para onde vão as suas almas” ou queremos que elas passem para a “nossa religião” a fim de poder mostrar para alguém que demos algum fruto? Ou que simplismente saímos das quatro paredes? Tem fluído de nós a vida de Deus que pode mudar a vida de uma pessoa? Tranformar a sua história? Quando passamos por alguém na rua ou onde estivermos temos desejado ser a mão de Deus, ao tocar alguém? Temos matado a fome, sim aquela do Estômago mesmo, quando passamos por alguém sujo, maltrapilho e faminto pela rua? Vivemos dias difíceis! Existe na bíblia um versículo que diz: “A boca fala do que está cheio o coração” (Mateus 12:34). Infelizmente muitos corações estâo cheios de si, egoísmo, orgulho. Nossa preocupação hoje (de maneira geral) é enriquecer, tâo motivados quanto o mundo: ajuntando riquezas, construíndo catedrais, palácios…
Tudo tão superficial e passageiro! Isso é repugnante. Sim! Para os que não conhecem o evangelho é falsidade. E para os verdadeiros “Filhos”, aqueles que tem fugido da apostasia, da frieza de coração, é loucura! Onde vamos parar?
Precisamos conhecer de fato a Jesus. Entender seus ensinos e mandamentos, nos converter. Caminhar no conhecimento Daquele que se “revelou” nos amando intensamente. Amar, sem julgar, sem apontar o dedo, sem blasfemar… E ser um. Um com meu irmão. Assim pregar o evangelho verdadeiro, SEM USAR PALAVRAS.

Michele Moraes,
Colaboradora do Portal Despertai.

O perfume disfarça hipocrisia

•Dezembro 1, 2010 • Deixe um Comentário

Eram dois vizinhos. O primeiro vizinho comprou um coelhinho para os filhos, os filhos do outro vizinho pediram um bicho para o pai, o homem comprou um pastor alemão.

Papo de vizinho:
– Mas ele vai comer o meu coelho.
– De jeito nenhum. Imagina. O meu pastor é filhote. Vão crescer juntos, pegar amizade. Entendo de bicho, problema nenhum, e parece que o dono do cachorro tinha razão juntos cresceram e amigos ficaram.

Era normal ver o coelho no quintal do cachorro e vice-versa, As crianças, felizes.
Eis que o dono do coelho foi passar o final de semana na praia com a família e o coelho ficou sozinho, isso na sexta-feira.
No domingo, de tardinha, o dono do cachorro e a família tomavam um lanche, quando entra o pastor alemão na cozinha, trazia o coelho entre os dentes, todo imundo, arrebentado, sujo de terra e, claro, morto. Quase mataram o cachorro.

– O vizinho estava certo. E agora?
– E agora eu quero ver!
A primeira providência foi bater no cachorro, escorraçar o animal, para ver se ele aprendia um mínimo de civilidade e boa vizinhança, claro, só podia dar nisso.
Mais algumas horas e os vizinhos iam chegar. E agora? Todos se olhavam.
O cachorro chorando lá fora, lambendo as pancadas.
– Já pensaram como vão ficar as crianças?
– Cala a boca!
Não se sabe exatamente de quem foi a idéia, mas era infalível.
– Vamos dar um banho no coelho, deixar ele bem limpinho, depois a gente seca com o secador da sua mãe e colocamos na casinha dele no quintal, como o coelho não estava muito estraçalhado, assim o fizeram. Até perfume colocaram no falecido, ficou lindo, parecia vivo, diziam as crianças. E lá foi colocado, com as perninhas cruzadas, como convém a um coelho cardíaco. Umas três horas depois eles ouvem a vizinhança chegar.

Notam os gritos das crianças, Descobriram! Não deram cinco minutos e o dono do coelho veio bater à porta. Branco, assustado parecia que tinha visto um fantasma.
– O que foi? Que cara é essa?
– O coelho…o coelho….
– O que tem o coelho?
– Morreu!

Todos:
– Morreu? Ainda hoje à tarde parecia tão bem..
– Morreu na sexta-feira!
– Na sexta?
– Foi. Antes de a gente viajar as crianças o enterraram no fundo do quintal!

A história termina aqui. O que aconteceu depois não importa. Nem ninguém sabe. Mas o personagem que mais cativa nesta história toda, o protagonista da história, é o cachorro, imagine o pobre do cachorro que desde sexta-feira, procurava em vão pelo amigo de infância, o coelho. Depois de muito farejar descobre o corpo morto, enterrado. O que faz ele? Com o coração partido, desenterra o pobrezinho e vai mostrar para os seus donos.
Provavelmente estivesse até chorando, quando começou a levar pancada de tudo quanto era lado.
O cachorro é o herói.
O bandido é o dono do cachorro. O ser humano.
O homem continua achando que um banho, um secador de cabelos e um perfume disfarçam a hipocrisia, o animal  desconfiado que tem dentro dele.
Julga os outros pela aparência, mesmo que tenha que deixar esta aparência como melhor lhe convier maquiada.
Coitado do cachorro. Coitado do dono do cachorro. Coitados de nós, animais racionais , que muitas vezes não passamos de completos irracionais…

Qual o seu perfume? Será este simplesmente um véu para a hipocrisia ou é aquele que realmente exala as virtudes de um verdadeiro servo, de um verdadeiro filho , de um verdadeiro Homem ou Mulher (sim ., com H ou M maiúsculo) de Deus. Procure em oração verificar como Jesus Cristo te vê! Deus te abençoe!

Via: feneto-fernando.blogspot.com